Réquiem, 2006

Série de monotipias com colagem, composta por 10 folhas de papel japonês dispostas lado a lado.

As imagens desse trabalho foram elaboradas por meio de monotipia com papel carbono, colagem e desenho com pastel oleoso.

Cada folha da série apresenta 3 imagens: uma em monotipia, com desenhos figurativos; uma em colagem, com recortes em folhas de papel japones para origami e uma com desenhos de árvores, em pastel oleoso branco.
Texto de Ana Luisa Lima

(…)

Réquiem é uma poesia visual. O que Cecília Meireles é capaz de nos dizer com palavras Teresa nos fala de perda familiar e memória com imagens. São cartas que precisam ser percebidas antes de lidas. A poesia corre pequenos vasos, artérias e veias até se tornar qualquer coisa que se possa dizer com palavra.

As dez cartas são como se fossem instâncias da sua memória: uma parte abstrata; outra figurativa quase desvanecendo; e ainda, outra que salta clara, com elementos soltos e identificáveis. Eis a construção delicada de uma bela metáfora. É a presença de sua avó ali entranhada.

O legado de uma existência que foi incorporada.

(…)
texto completo